Alimentação

A arte de cozinhar

fonte: Pinterest

Eu penso que cozinhar não é um dom, mas sim um ato de amor. Pode ser um ato de amor para com seu cônjuge, um familiar, um amigo e até seu próprio corpo. E se você não fizer com amor e dedicação, pode ter certeza que não ficará bom.

Mas não se preocupe, pois ninguém nasce sabendo cozinhar. Isso é um constante aprendizado, quase uma alquimia, onde testam-se combinações de sabores e texturas até chegar ao prato ideal.

Eu não me considero expert na arte de cozinhar… Já aprendi muito, mas sei que tenho muuuuito a aprender. Tanto é que cozinhei meu primeiro arroz aos 20 anos, e foi meu noivo quem me ensinou. Na época eu achava isso super normal, afinal, por que cozinhar se minha mãe fazia comida? Já hoje penso que eu deveria ter aprendido muito antes, tanto para possíveis emergências quanto para dar valor à comida que temos na mesa todos os dias.

Para aprendermos qualquer coisa precisamos de uma motivação, e no caso de cozinhar, sua motivação pode ser alimentar-se de forma saudável, fazer uma boa comida para alguém ou até ganhar dinheiro através da culinária.

Como minha sogra é uma cozinheira de mão cheia, eu sabia da minha responsabilidade, afinal o filho dela não iria casar com alguém que deixasse ele passar fome, né? Então essa foi a minha motivação (quase uma obrigação 🙂 ). Todos os finais de semana, lá estava ela na cozinha, e eu ao lado, prestando atenção em todos os detalhes.

Com o passar do tempo, comecei a me aventurar no ato de pilotar o fogão. As primeiras vezes foram um pouco complicadas, pois eu sabia cuidar de uma panela apenas (tipo macarrão com molho de atum, arroz com linguiça, etc) e tinha que deixar tudo preparado antes (ingredientes picados, embalagens já abertas ao lado do fogão). Mas aos poucos fui pegando prática e hoje posso dizer que me viro bem com umas 4 panelas ao mesmo tempo e que minha comida fica muito boa (modéstia à parte). Claro que não chega aos pés da comida da minha sogra, e nem tenho esta ambição, afinal cada um tem sua forma de cozinhar, utilizando temperos diferentes e os pratos nunca ficarão iguais.

E você, já se aventura na cozinha? Ainda não? O que está esperando para começar? Encontre sua motivação e não tenha medo de errar. Na primeira vez pode ficar com pouco tempero, mas na próxima você saberá exatamente o que precisa melhorar. E isso vai acontecer constantemente, afinal cozinhar é um eterno aprendizado.

E para continuar motivado a cozinhar é muito importante receber elogios (e críticas construtivas também), pois não existe nada mais desanimador do que ficar horas na cozinha, fazer um prato com o maior amor e a pessoa não expressar nenhum reação. Claro que o elogio, ou a crítica, precisam ser sinceros, mas precisamos ouvir alguma coisa, pois isso nos leva a continuar, querer aprender e sempre melhorar.

Pesquise receitas na internet e livros de receitas (quem sabe aquele caderno velho de sua mãe), faça modificações, teste o que se adapta ao seu paladar e com o tempo você passará a dominar a sua arte de cozinhar.

E para ajudar, o blog ensinará receitas, práticas e gostosas, que serão uma mão na roda para que está começando, ou para quem já pilota fogão há bastante tempo mas está a fim de variar o cardápio. A primeira receita será de um macarrão de panela de pressão. Ele fica pronto em meia hora e é super gostoso. Aguardem…

Por Aline

Anúncios

4 comentários em “A arte de cozinhar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s